#O CADERNO DE Gerard Huet

Gerard Huet - Cardete & Huet - Toulouse (France)

Aeroporto Toulouse-Blagnac, Embaixada de França em Bogotá, Pavilhão da França na Expo de Saragoça, Instituto Oncológico Unievrsitário Toulouse-Oncopole…

1 – Quem é Gerard Huet?

Um arquiteto sempre curioso.

2 – Quando descobriu que queria ser arquiteto?

Desde a adolescência.

3 – Uma referência na arquitetura…

L. Kahn.

4 – Se não fosse arquiteto, ter-se-ia dedicado a…?

Prefiro não pensar nisso.

5 – Um defeito e uma virtude.

Simplicidade.

6 – Como é a sua casa?

Aberta.

7 – O domingo é um dia para…

Trabalhar.

8 – Um lugar para procurar inspiração.

A antecipação é o que inspira mais.

9 – Qual foi o último livro que leu?

Lydie Salvayre (Pas Pleurer).

10 – Daqui a 15 anos…

Em constante evolução.

11 – Quando pensa em arquitetura, o que lhe vem à cabeça?

Dominar a luz.

12 – Lápis ou computador?

Lápis, embora pensando melhor…

13 – Como definiria o seu trabalho? 

Paciente – racional – decidido.

14 – Um projeto que gostaria de fazer.

O futuro do espaço onde seja possível viver em harmonia?

15 – A sua opinião da arquitetura espanhola.

Magnífica e livre.

16 – Como manter um estilo próprio, satisfazendo as necessidades dos seus clientes?

Com paciência e razão.

17 – Em arquitetura, do que gosta mais e o que lhe custa mais?

Não há nada que goste mais, embora trate de fazê-lo sempre menos mal.

18 – A sua receita para o êxito.

Convencer.

19 – Que papel desempenham os produtos naturais nos seus projetos?

Não há nada natural. Tudo se transforma.

Enviar um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Would you
like us
to inspire your
interior space?

 Professional Individual